sábado, 16 de fevereiro de 2013

A Minha forma de Amar

Amo com toda a força do meu ser
amo no momento e em toda a vida.
Amo no passado, no presente, no futuro
amo no início e no fim.
Amo na tristeza e na alegria
na verdade e na mentira.
Amo no branco, no preto, no cinzento
amo colorido e incolor.
Amo opaco, baço, inodoro
amo na audição e no mutismo.
Amo na presença, na distância
no aconchego e na ausência.
Amo nas horas, minutos e segundos
dias, semanas, meses e anos
amo no nunca e na eternidade.
Amo no sim, amo no não
amo também no talvez
na dúvida e na certeza
na utopia e no dogma
amo em alfa e em ómega
analfabeto e erudito.
Amo na escassez e abundância
amo muito com pouco
amo tudo com nada.
Amo pelo simples facto de amar.
Mas o meu amor não é correspondido
porque talvez
não se deva amar assim.
 

IN - APRENDIZ DE POETA - EMANUEL LOMELINO - TEMAS ORIGINAIS
 
 

2 comentários:

  1. Grande poeta! Grato pelo destaque.
    Forte abraço.
    p.s. esse poema continua actual :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz que tenhas gostado. Um forte abraço para ti... :)

      Eliminar