domingo, 4 de novembro de 2012

Acorda Sonhando

Abre-se um beijo
Um sorriso, um sonho.
Quando no amor eu ponho
A vida acordada
Que passa para ti com sede cantada

Eu quero sonhar
E sonho que te encontro
Nesse mundo distante
Numa vida a acelerar

E vais vivendo e eu também
Vais acordando, vais erguendo.
E eu olho mais além
Para sonhar que vou vivendo.

Vivo olhando para ti
E sonho acordar a dormir
Porque no sonho em si
Eu acordo e vivo
Para ao cimo subir.

Que queres tu?
Diz-me o que queres.
Se eu te puder dar o que sonhas,
Conseguirei juntar os seres
E para viver acordas.

Mas neste momento vives nas trevas
De um dormir sempre profundo
É preciso acordar as vozes
Que nem se calem um segundo
E correr com este mal
Que se apoderou do meu Portugal.


Ricardo Bragança Silveira
27 de Julho de 2011

Sem comentários:

Enviar um comentário