domingo, 5 de agosto de 2012

Espelho Quebrado

Quero encarar a vida
Sempre num novo acordar
Porque a verdade sentida
É o sonho a calar.

Caminhando chego ao destino
Aquele com que projectei
O futuro e o caminho
Que eu também errei
Num silêncio quase profundo
Que amanhece num segundo.

Queria encontrar-te naquele lado
Que a vida deve ser vivida
Pois eu sonho acordado
Que a imagem sentida
É apenas um espelho quebrado.

O sonho tem este dom
Mas nem sempre entendido
Porque só ele tem o som
Do que é sempre vivido.

Deixa-te seguir viagem
Num momento fantástico
Mas segue nessa margem
Essa que vive plena
E que sonha bem serena.

No fundo todos nós
Vivemos num Espelho Quebrado
Porque é preciso sonhar
Que um dia vem o libertar
Deste sonho sempre largado.


Ricardo Bragança Silveira

Sem comentários:

Enviar um comentário